segunda-feira, novembro 12

Trade Marketing

Com o crescimento do marketing digital e um mercado cada mais competitivo, as abordagens tradicionais já não são suficientes para captar a atenção dos potenciais consumidores.

Os profissionais que elaboram planos de Marketing, usam os princípios do Trade Marketing para estabelecer parcerias com os canais de distribuição e assim criar oportunidades de negócio onde ambas as partes são beneficiadas.

O que é o Trade Marketing?

O Trade Marketing é uma estratégia elaborada pelas marcas para chegar ao consumidor final através dos canais de distribuição. O objectivo das marcas é chegar a novos consumidores e analisar os seus hábitos, e o canal de distribuição o aumento do volume de vendas.

Esta estratégia de marketing não é inovadora, aliás há mais de 25 anos que se elaboram planos para promover as marcas nos locais de distribuição dos seus produtos, e desde então que este processo tem vindo a evoluir e a ganhar maior importância.

Num mundo cada vez mais digital, várias marcas começaram a apostar no comércio eletrônico  dos seus produtos, trazendo enormes vantagens económicas para as marcas e para os seus consumidores – diminuição dos custos, preços mais competitivos, e comodidade.

Para além de tentar captar os consumidores, o maior desafio para o Trade Marketing Digital é fidelizar esses consumidores para este canal de distribuição digital.

 

Quais os passos para planear uma estratégia de Trade Marketing?

 

1.  Saber quais as necessidades do distribuidores e clientes.

Que tipos de produtos os clientes procuram? Quais as necessidades dos distribuidores?  Quais os benefícios de uma parceria com os distribuidores?

Estas são algumas das perguntas essenciais a fazer antes de definir uma estratégia de Trade Marketing. Fazendo uma pesquisa junto dos distribuidores e seus clientes, conseguem-se realizar um plano personalizado de forma a ir ao encontro  das necessidades de cada distribuidor.

2.  Adequar os seus objetivos.

Depois de analisar as informações sobre as necessidades dos distribuidores e seus clientes, é necessário criar uma boa relação com o distribuidor de forma a este ajudar a promover a sua marca ou produtos e potenciar mais vais vendas. Criar uma parceira forte em que ambos possam beneficiar é o objectivo principal, nesta fase.

3.  Definir de ações de branding

Existem várias formas de promover os seus produtos, e os consumidores são mais receptivos quando a abordagem promocional é visualmente apelativa. É necessário realizar uma ação de promoção que leve os distribuidores a promover os seus produtos e a fidelizar os consumidores. O desempenho das ações de trade marketing digital tem tido uma subida de 2,5 a 3 vezes, sendo estas uma excelente oportunidade de impulsionar as vendas on-line e tentar gerar a conversão de consumidores de forma orgânica. Alguns exemplos são os passatempos em redes sociais ou o envio de newsletters com promoções nas comunidades digitais dos seus distribuidores.

4.  Elaborar um cronograma

Definir um cronograma para a execução da sua estratégia é fundamental. Devido ao próprio ciclo de vida de cada produto, as ações de promoções devem ser periódicas.

5.  Execução

Depois de todo o plano de trade marketing pensado e definido, só falta a execução do mesmo.
Será necessário captar a atenção dos distribuidores para as mais valias do seu produto, e explicar que uma parceria entre ambos é uma excelente oportunidade para gerar lucro.

6.  Monitorizar os resultados

Saber qual o retorno de uma estratégia de Marketing é essencial, e no Trade Marketing não é diferente. Acompanhar e analisar o ROI do seu plano permite identificar os pontos positivos e caso seja necessário reformular o rumo perante resultados menos positivos.

Após a conquista dos clientes e o lucro gerado através do seu plano de trade marketing é importante manter os seus consumidores através das redes sociais, do email marketing e do marketing de conteúdo. Deste modo consegue captar novos “leads” e gerar estratégias de marketing digital onde as taxas de conversão são maiores.

Apesar de ter surgido no contexto tradicional do Ponto de Venda, é fundamental seguir as tendências do e-commerce e adequar o Trade Marketing aos canais de distribuição digital.

Uma estratégia bem delineada e uma parceria sólida com os distribuidores são dois factores decisivos para um plano de Trade Marketing Digital de sucesso.

About Author

Licenciada em Design de Comunicação, a minha curiosidade em desenvolver mais aptidões e adquirir conhecimentos levou-me a vários cursos e workshops, tais como, "Design e Empreendedorismo" e "Digital Marketing". Foi através deste curso que surgiu o meu gosto em aliar a Gestão de Redes Sociais ao Design Gráfico.