terça-feira, setembro 18

Optimização de conteúdo para redes sociais

optimizacao-conteudo-redes-sociais

A criação de conteúdo é um dos eixos principais para a estratégia digital de um gestor de comunidades. No entanto, os conteúdos criados não necessitam ser compartilhados do mesmo modo nas diferentes plataformas sociais.

Cada mídia social tem a sua própria audiência e com diferentes expectativas sobre o que pretendem ver na plataforma.

Facebook: Vídeos e Curadoria de Conteúdo

Mesmo com a alteração de algoritmo anunciada pelo Facebook, os vídeos e a curadoria de conteúdos são os tipos de posts mais publicados no Facebook, principalmente se estes forem conteúdos educacionais ou de entretenimento.

Recentemente o alcance de vídeos ou das transmissões ao vivo tem vindo a aumentar, chegando mesmo a aproximar-se do alcance de outros tipos de publicações (tais como as imagens). Este tipo de conteúdo é uma excelente oportunidade para criar engajamento e “brand awareness” junto dos fãs.


A curadoria de conteúdo é a compartilhada, junto dos seguidores ou comunidade, de informação existente em blogs, posts de mídia social, ou, livros relevantes sobre um assunto específico.


Instagram: Fotos com alta-resolução, citações e stories

Segundo um estudo do Facebook, os “instagramers” – principalmente os adolescentes e jovens adultos – apreciam conteúdos visuais com um forte componente estético.
As marcas procuram ir ao encontro deste público através de imagens com grande qualidade, e compartilhando fotos de fotos de produtos, “behind-the-scenes” e conteúdos gerados por usuários.
As imagens de citações motivacionais e inspiradoras são um dos tipos de conteúdos mais compartilhados no Instagram. Uma das marcas que usa este tipo de conteúdo é a WeWork – @wework -, conseguindo integrar as citações de forma criativa e original no seu perfil.Enquanto no perfil do Instagram é conveniente haver uma coerência temática, no Stories pode ser compartilhado um conteúdo mais diverso, como por exemplo: “storytelling”, tutoriais, divulgação de posts, promoções e/ou ofertas, ou ainda a apresentação de um “takeover” convidado no seu Instagram.

Twitter: Noticias, posts de blogs e GIF’s

Estar a par das notícias é o principal motivo de utilização do Twitter. Segundo um inquérito realizado pelo American Press Institute, cerca de 40% dos usuários tem acesso a notícias de última hora através desta plataforma.
Torna-se assim, um meio excelente para compartilhar notícias relevantes junto da sua comunidade. A divulgação de posts de blogs ou a curadoria de conteúdo são também um dos conteúdos mais adequados para serem compartilhados nesta mídia social, do que em outras plataformas.

O Twitter foi uma das primeiras plataformas que tornaram os GIF’s populares, e estes continuam a ter um lugar de destaque nesta mídia social. Por isso, caso pretenda criar um GIF para anunciar lançamentos de produtos ou promover post, o Twitter é a rede social ideal para compartilhar esse tipo de conteúdo.

Linkedin: Ofertas de emprego, notícias e conteúdo profissional

Para um uso profissional ou networking, esta é a plataforma mais adequada para a divulgação de ofertas de emprego ou informações sobre carreiras profissionais.
A página do Linkedin de empresas possibilita ainda que potenciais colaboradores possam conhecer melhor a cultura da empresa, a experiência de funcionários e suas competências, e quais as oportunidades de emprego.Para além de conteúdo sobre a carreira profissional, outro tipo de conteúdo que pode ser compartilhado são notícias relevantes para os profissionais da área da sua comunidade. Assim, é importante analisar os dados demográficos dos seguidores da sua página, tal como as suas funções e área profissional, para poder compreender qual o conteúdo lhes desperte maior interesse.

Pinterest: Infografias e fotos de passo-a-passoO Pinterest é uma das redes sociais com um forte componente visual, e onde a grande maioria do conteúdo publicado são imagens.
Com o feed desta plataforma otimizado para imagens verticais, as infografias e imagens de passo-a-passo são ótimos conteúdos para compartilhar no Pinterest.
Segundo a plataforma, a melhor proporção é de 2:3, com uma largura mínima de 600 pixels por 900 pixels de altura ou 800 pixels de largura por 1200 pixels de altura.
As áreas de interesse mais populares são os tópicos sobre decoração, DIY, culinária e design; onde podemos facilmente encontrar imagens verticais com instruções passo-a-passo sobre um projeto ou receita.

Google+: Posts de blogs

Apesar desta plataforma não ter a mesma popularidade que outras redes sociais, existem muitas razões para incluir o Google+ na sua estratégia digital.
Uma das vantagens é o fato de que qualquer conteúdo publicado no Google+ pode ser indexado imediatamente para aparecer nos resultados de pesquisa do Google.
O engajamento nesta rede social não será tanto como nas restantes, no entanto, é sempre uma mais valia a divulgação de post de blogs para estes poderem ser indexados pelo Google.

Agora que já conhece qual o tipo de conteúdo adequado para cada rede social, só falta avançar para a criação. Para lhe ajudar nesta tarefa compartilhamos um artigo da plataforma Buffer com algumas ideias criativas.

About Author

Licenciada em Design de Comunicação, a minha curiosidade em desenvolver mais aptidões e adquirir conhecimentos levou-me a vários cursos e workshops, tais como, "Design e Empreendedorismo" e "Digital Marketing". Foi através deste curso que surgiu o meu gosto em aliar a Gestão de Redes Sociais ao Design Gráfico.