Promoções no Facebook: Vantagens e Desvantagens das Novas Regras

Na semana passada, o Facebook anunciou mais uma mudança que fez com que muitos  profissionais de marketing se vissem obrigados a revisar suas estratégias nessa plataforma.

Desta vez, as alterações surgiram na regulamentação das promoções no Facebook e foram divulgadas na sua página de notícias, com o título “Agora ficou mais fácil administrar promoções no Facebook”. Mas as opiniões dividem-se!

 

Promoções no Facebook

 

Antes dessas últimas mudanças, todas as promoções no Facebook deveriam obedecer a um conjunto de regras muito claro, mas que eram, muitas vezes, ignorados pelos administradores das páginas:

  • As promoções devem ser realizadas em aplicativos de terceiros, como a Yes Ganhei ou a Sorteie.me.
  • A opção de “curtir” não pode ser utilizada como forma de votação no concurso.
  • Não podem ser utilizadas fotos publicadas na Timeline para realizar a promoção.

Atualmente, as promoções podem ser realizadas tanto em aplicativos, como na própria Timeline da página, permitindo, segundo afirma o Facebook, que empresas de todas as dimensões tenham a oportunidade de criar e administrar promoções.

 

A partir de agora, as empresas podem:

  • Conseguir participações através de publicações dos usuários na Página ou através de comentários ou likes num post.
  • Conseguir participações a partir de mensagens dos usuários na Página.
  • Reunir votos através da opção “curtir”.

 

Mas, mesmo assim, continuam a existir algumas restrições. Não é permitido pedir que os usuários compartilhem imagens ou a promoção em seus perfis pessoais ou que se marquem na foto. E, ainda mais importante, sua promoção deve seguir as regras de Sorteios Comerciais, propostas pela recente Portaria 422.

 

Apesar de terem sido liberadas há menos que uma semana, esse tipo de promoções no Facebook já era utilizado por várias páginas que, ou desconheciam as regras ou as ignoravam. Na verdade, realizar uma promoção na Timeline da página tem as suas vantagens:

  • Têm um valor muito mais baixo do que as promoções que são realizadas em aplicativos.
  • São muito mais simples de criar e exigem muito menos recursos criativos.
  • Os usuários de mobile também podem participar.
  • São excelentes ferramentas para aumentar os níveis de engajamento e de alcance da página, através de comentários e likes.

 

E agora que o Facebook liberou esse recurso, devemos fazer todas as promoções a partir da Timeline? Claro que não!

 

Pode ser fácil e barato fazer promoções de “curta e comente”, mas essa é também uma ferramenta muito limitada, quer na captação de clientes de qualidade, quer para a própria logística da promoção. Se você optar por uma promoção na Timeline, não esqueça que existem algumas desvantagens:

  • Qualquer um pode curtir ou comentar, sem fazer like na página ou, no pior dos cenários, sem estar interessado na marca.
  • É impossível recolher dados dos usuários para a criação de uma base de dados.
  • Fica difícil realizar o sorteio de forma transparente.
  • Você vai ter que lidar com os perfis fakes, o que está relacionado com o ponto anterior. Na prática, a mesma pessoa pode criar vários perfis para concorrer ao prémio e não existe forma de o impedir.
  • Sua página fica aberta ao spam, já que você não pode impedir os usuários de comentarem o post, se essa for uma forma de entrar na promoção.

 

Essa alteração das regras deve ser vista como uma oportunidade. Não existiu uma proibição, mas sim a liberalização de um novo recurso e ambos os tipos de promoções no Facebook podem ter lugar na sua estratégia. Basta saber adaptar as ferramentas aos objetivos da marca e ser criativo.

 

Qual a sua opinião sobre essa mudança?