O Estado do Marketing nas Mídias Sociais em 2014

A renomada empresa de análise Socialbakers conduziu um estudo para descobrir em que aspetos se focam os profissionais de marketing para delinear suas estratégias nas mídias sociais.

A recolha de dados foi realizada em 82 países, junto de mais de 500 profissionais inseridos em diferentes áreas de negócio, como Educação (13%), E-commerce (9%), Software (9%) e Varejo (7%). No que diz respeito ao tamanho das empresas em que trabalham estes profissionais, a Socialbakers também tentou ser o mais abrangente possível: foram inquiridos tanto os marketeiros de empresas com menos de 50 empregados, como os de empresas com mais de 5000 funcionários.

Os resultados deste estudo permitem-nos chegar a conclusões muito interessantes! Confira:

 

Análise da concorrência

Estado-Midias-Sociais1

Cerca de 86% dos profissionais considera importante analisar a presença da concorrência nas mídias sociais.

No entanto, quase 70% das empresas confia esta análise a ferramentas gratuitas. Isso não seria um problema se estas ferramentas não apresentassem tantas limitações.

Conhecer o que os seus concorrentes estão fazendo e comparar a performance da sua marca com a concorrência é essencial para alcançar determinadas métricas. Por isso, não é difícil concluir que é uma grande vantagem competitiva conhecer o máximo possível sobre a presença dos seus concorrentes nas mídias sociais, o que só se consegue com algum investimento nas ferramentas de análise certas.

 

Conversão vs. SAC

Estado-Midias-Sociais2

Cerca de 62% dos profissionais afirmou que um dos objetivos mais importantes em 2014 é a conversão de clientes usando as mídias sociais. No entanto, apenas 29% considera que o SAC tem a mesma importância.

Esse é um erro comum, que pode ter graves consequências. Sabemos que um dos fatores que leva o consumidor a optar por um produto em vez de outro é o suporte que a marca oferece. O mesmo acontece nas redes sociais! Se o cliente sente que a sua voz não é ouvida pela marca, porque deveria preferir os seus produtos?

 

As mídias sociais preferidas 

O Facebook continua a ser a rede social com maior prioridade nas estratégias de marketing das empresas, com 80% dos profissionais inquiridos a reconhecer a sua importância.

Estado-Midias-Sociais3

Surpreendentemente, apenas 14% dá prioridade ao Google+ em 2014, sendo que 23% nem sequer considera investir nesta rede social.

Talvez esta postura se altere quando o Google+ passe a ser considerado uma rede social em ascensão e não apenas uma ferramenta de SEO.

 

Publicação de conteúdos

Estado-Midias-Sociais4

Pode não ser a maioria dos profissionais, mas cerca de 41% ainda publica conteúdos diretamente na rede social. Isto significa que em muitas empresas as equipes não estão organizadas online, os posts não são agendados com antecedência ou não são aprovados pela restante equipe antes de serem publicados.

Para as empresas que se preocupam com o uso eficiente de recursos, esta deveria ser uma preocupação primordial!

 

Para conferir os resultados completos deste estudo, acesse ao artigo The State of Social Marketing 2014. Continue antenado no GdC para conferir o estado da propaganda nas mídias sociais em 2014!