Como Perder o Medo de Usar Hashtags?

 Hashtags

As hashtags, como atualmente as conhecemos, nasceram da necessidade de gerar discussão e engajamento em torno de um determinado tópico. Tudo começou com uma publicação de Chris Messina no Twitter, ao qual depois se juntaram o Instagram, o Google+, o Pinterest, o LinkedIn, o Vine e o Facebook.

Hoje em dia as hashtags podem ser utilizadas na maioria das redes sociais para organizar matérias segundo determinados assuntos e acompanhar eventos, planeados ou não. A importância desse recurso para os usuários e para as marcas é tal que o Google decidiu, recentemente, adicionar o suporte a hashtags no seu sistema de busca.

Mesmo assim, existem ainda muitos profissionais de mídias sociais que se recusam a usar esta poderosa ferramenta como parte de suas estratégias e que a consideram pouco útil e nada eficiente. Porquê?

Acredito que esse medo e preconceito se devam não às próprias hashtags, mas à forma errada e exagerada como têm vindo a ser utilizadas. Eu também ficaria assustada se desse de caras com um post como o desse exemplo:

 

#Google adiciona suporte a #hashtags ao sistema de buscas. 

A integração, por ora, é apenas com o #Plus, mas os #resultados de #busca poderão conduzir o #usuário a outras #redes #sociais muito em breve!  #redessociais #midiassociais #internet #web #tecnologia #SEO   

 

Consegue compreender o que falhou nesse post?

Para que você perceba porque isso é tão errado e perca o medo de utilizar esse recurso, passamos a enumerar algumas boas práticas que você não deve esquecer:

 

Escolha bem suas hashtags

Pense na razão que o levou a utilizar esse recurso… Foi para melhorar a experiência do usuário ou para que seu post fosse encontrado por todos aqueles que mostrassem interesse em seguir determinado tópico?

O mais provável é que você queira que sua publicação seja encontrada, por isso não saia hashtagueando palavras ao acaso no seu post! No exemplo, qual o objetivo de incluir as hashtags #sociais #redes, #resultados, #busca ou #usuário? Esses são termos demasiado gerais que nunca vão gerar o engajamento esperado sobre o assunto abordado na publicação.

Usar hashtags apenas porque são uma trend, também não é um bom método. Pode ser uma excelente forma aumentar a brand awareness nas redes sociais, mas a utilização de um termo que em nada tem a ver com a sua empresa, pode ser desastroso para a imagem da marca.

 

Use hashtags com moderação

Quando os usuários vêm demasiadas hashtags numa publicação, o seu primeiro impulso é passar a frente. À semelhança do que acontece com os banners repletos de informação e elementos gráficos, os posts onde predominam as hashtags são entendidos como spam ou como um ato de desespero de quem está tentando vender algo.

Apesar das hashtags serem um ótimo recurso para descobrir e organizar informação, não abuse da sua utilização. As hashtags apenas funcionam se forem relevantes e se conduzirem o usuário a um “armazém” de publicações úteis e relacionadas com determinado assunto.

Procure usar apenas uma ou duas hashtags numa publicação e evite a sua utilização em todos os posts.

O uso de hashtags com significados semelhantes também é uma má prática.  No exemplo, #internet e #web podem ser considerados sinônimos, pelo que a utilização das duas hashtags em simultâneo não traz qualquer vantagem para a publicação.

 

Teste suas hashtags

Com a utilização correta de hashtags, você consegue aumentar a probabilidade de suas publicações serem encontradas apenas pelos usuários que estão procurando aquilo que você tem para oferecer.

Por isso, é importante que, antes de incluir uma hashtag num post, você verifique se ela já está sendo utilizada e a que tipo de conteúdo ela conduz. Se o resultado for um conjunto de informações sem interesse ou muito gerais, descarte a hashtag. Experimente testar algumas das hashtags do exemplo: #sociais, #redes e #resultados e você vai perceber do que estou falando.

Para testar, insira um conjunto de hashtags no campo de pesquisa do Twitter, do Facebook ou do LinkedIn e confira o que está sendo partilhado. No Facebook, você tem ainda a hipótese de publicar um status update invisível para o resto da comunidade, para que possa clicar à vontade e verificar a viabilidade de cada hashtag.

Se você descobrir mais do que uma hashtag perfeita para incluir em sua publicação, opte por utilizar cada um delas em diferentes posts. Na verdade, é muito mais vantajoso alternar hashtags do que usar sempre a mesma em todas as suas comunicações.

 

As hashtags são uma ferramenta valiosa em qualquer estratégia de marketing digital. Mas lembre-se que, por estarem acessíveis a todos, podem ser mal utilizadas, acabando por ser postas de parte até por aqueles que compreendiam e não tinham medo de explorar as suas vantagens.